top of page

Meu filho é Hiperativo ?



TDAH é um transtorno de Déficit de Atenção a hiperatividade, às atividade motora excessiva quando comparada com crianças que vivem no mesmo ambiente e as crianças que tem dificuldade para manter o ritmo, a persistência, controle dos seus movimentos e ações.


Agitação

Não se precipite talvez seu filho só é agitado, veja alguns sintomas de crianças agitadas ;

  • Comportamento que se dá com a consequência de descobrir ou explorar seu ambiente

  • Quando algo lhe interessa ele presta a atenção.

  • A criança se distrai quando algo não lhe motiva o suficiente.

  • Quando é travesso não implica ser violento.

  • Relaciona-se bem socialmente.

  • Ainda que desobedeça, a criança conhece onde estão os limites de comportamento.


Quais são os sintomas de criança com Hiperativa ?


Os sintomas aparecem em crianças de 3 e 7 anos, mas pode não ser identificado até 7 anos.

  • A criança fica muito agitada

  • Fala de forma excessiva

  • A criança não para de andar por todo o espaço em que está, além de agitar todos que estão à sua volta;

  • Tem o costume falar coisas inapropriadas sem pensar antes nas consequências ou sem ponderar se o momento é propício para tal;

  • Tende a ter um lado completamente impaciente ou até rude com os demais;

  • A criança não espera para ouvir, tem o costume de interromper o raciocínio de quem está com a palavra; corta a conversa de outras pessoas

  • Não espera a sua vez; não somente para a fala, mas qualquer outra atividade ou ação que necessita aguardar o momento certo.

O que fazer ?


Colocar Limites

Por causa da inquietude das crianças hiperativas, é importante impor limites desde cedo, demonstrando a importância do respeito as regras


Incentivar na organização

Um dos grandes problemas pra eles é a prática da disciplina principalmente em suas atividades escolares. Por isso a grande importância em estimular na organização de tarefas.


Paciência e Compreensão

Muitas vezes parece ser impossível lidar com crianças hiperativas e perder a cabeça é o que mais acontece. Mas o melhor caminho não é repreender e sim compreender e assim lidar com uma maneira bem-humorada, pois assim seu filho terá a consciência do que está fazendo é algo errado


Comparações

Não compare seu filho com alguém, pensando assim despertar mudanças positivas do comportamento dele, para ele isso não será nada saudável e sim terá maior dificuldade.