top of page

EXISTE UMA IDADE E UM ANO CORRETOS PARA APRENDER A LER?

Atualizado: 9 de set. de 2019


O começo da alfabetização é um processo que a criança aprende a compreender e reproduzir o que é falado de forma simples e simbólica, através da leitura e escrita.


A criança precisa passar por todas as etapas primeiro, começando com as etapas do desenvolvimento infantil, que é possível desenvolver uma imagem positiva de si mesmo, atuando de forma cada vez mais independente, com confiança em suas capacidades e compreensão de suas limitações .


Os elementos genéticos, influenciam no processo de aprendizagem infantil e no próprio desenvolvimento das etapas;

Sensório-motora: Período do nascimento até os 2 anos, nesses dois primeiros anos de vida a criança constrói noções práticas importantes para sua evolução cognitiva como de objeto, espaço, tempo e causalidade. Começa conhecendo seu próprio corpo, o que ele faz, como ele responde e, também, como o ambiente responde ao seu corpo. A partir de suas descobertas a criança começa a repetir os padrões;


Pré-operacional: Um dos períodos mais marcantes da infância, De 2 a 4 anos onde se inicia o aparecimento da linguagem e de imitação. A criança consegue a partir de experiências visuais.


De 4 a 5 anos ela começa com perguntas elaboradas: Onde? Como? Por quê? é a fase dos PORQUÊS, iniciando a construção do que se passa ao seu redor, situações para serem compreendidos por ela.


De 5 anos a 7 anos a criança cria e forma seu mundo por intermédio de esquemas, padrões de respostas para eventos que ainda não possui subsídios para explicar e compreender


A interiorização da linguagem o permite que a criança comece a perceber e construir pensamentos, socializar com as pessoas ao seu redor e começa a construir pensamentos.


Operacional Concreta: De 7 a 12 anos a criança atinge o uso das operações completamente lógicas pela primeira vez. O pensamento deixa de ser dominado pelas percepções e a criança torna-se capaz de resolver problemas que existem ou existiram (são concretos) em sua experiência. O pensamento se torna menos egocêntrico, Mas, ainda, não desenvolve efetivamente o pensamento abstrato. Ela precisa visualizar as coisas para compreendê-las.


Operações formais: A partir dos 12 anos é a fase da evolução intelectual em que se forma e desenvolve a capacidade de usar conceitos abstratos, de pensar a partir de situações hipotéticas ou possíveis. Predomina o raciocínio hipotético-dedutivo e a resolução lógica e sistemática de problemas.


Como vocês devem ter percebido, essas etapas influenciam no processo de alfabetização devido aos limites e potencialidades que cada uma oferece à criança e a respeitar essas etapas é um fator fundamental para que a alfabetização ocorra de forma saudável e não prejudique os outros aprendizados necessários à criança, como o seu desenvolvimento emocional.


Considerando que a idade ideal para iniciar a alfabetização seria a partir dos 6 anos de idade, quando é que a criança começa a desenvolver o raciocínio simbólico por sua inserção na linguagem. Lembrando que a alfabetização nada mais é que no aprendizado do alfabeto e de sua utilização como o início de comunicação no processo de escrita e pressupõe a compreensão do princípio alfabético para o domínio da leitura e escrita. É importante ressaltar que o letramento deve seguir esse processo para que a aprendizagem seja efetiva.



Professora, Camila Peixoto